O papel dos avós na família

avós

Você ainda tem avós? São moderninhas ou prendadas?

E avôs? São brincalhões ou habilidosos?

O papel dos avós na família vai muito além dos mimos dados aos netos e muitas vezes eles são o suporte afetivo e financeiro dos pais e seus filhos. Por isso, se diz que os avós são pais duas vezes. Segundo estudo da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, publicado pela BBC Brasil, as crianças crescem mais felizes e ajustadas quando os avós desempenham um papel ativo em sua educação.

O estudo revelou que a proximidade entre netos e avós é benéfica para as crianças e cada vez mais comum diante da atribulada rotina de trabalho dos pais nos dias de hoje. Além do mais, foi observado que os avós podem ser muito importantes para ajudar as crianças e adolescentes a superar dificuldades do dia-a-dia, como a implicância de colegas da escola, aconselhá-los sobre qual universidade escolher e planejar o futuro.

A pesquisa apontou, também, que os avós podem ajudar as crianças a superar traumas, como o divórcio dos pais.

Você já demonstrou carinho pelos seus avós hoje?

Leia a matéria da BBC na íntegra clicando aqui.

Uma nova visão da escola

Hoje vamos disponibilizar dois artigos sobre o livro “Earth in Mind”, de David Orr (Earth in Mind: On Education, Environment and the Human Prospect – Terra em Mente: Na Educação, no Meio Ambiente e a Perspectiva Humana, tradução livre), sem tradução para o português, infelizmente.

O livro fala sobre a necessidade de um novo currículo educacional nesta nova era. De uma mudança de pensamento para um mundo mais sustentável.

Como defendia nosso educador Paulo Freire na obra Pedagogia da Autonomia (2002, p. 36):

“Precisamos contribuir para criar a escola que é aventura, que marcha, que não tem medo do risco, por isso que recusa o imobilismo. A escola em que se pensa, em que atua, em que se cria, em que se fala, em que se ama, se adivinha, a escola em que apaixonadamente diz sim à vida.” 

Escolas para o século XXI

“As gerações futuras precisam aprender a utilizar melhor a energia e os materiais disponíveis. Precisam aprender a usar a energia solar sob todas as suas formas. Precisam eliminar a poluição e o desperdício. Precisam aprender a administrar recursos renováveis. Precisam iniciar a imensa tarefa de restaurar, da melhor forma, os danos causados à Terra nos últimos 200 anos de industrialização. E tudo isso precisa ser feito, enfrentando as iniqüidades sociais e raciais. Nenhuma geração teve que encarar tamanho programa  de trabalho. Continuamos, porém, a educar nossos jovens como se não houvesse nenhuma  emergência planetária. Mas, a crise que enfrentamos é principalmente uma crise da mente, da percepção e dos valores — portanto, um grande desafio para as instituições que formam mentes, percepções e valores. Um desafio educacional.” David Orr 

Leia mais!

Educação e Inovação para Sustentabilidade

“A educação não é amplamente considerada como um problema, a não ser a falta dela. A sabedoria convencional reforça que toda educação é boa e quanto mais se tem melhor. A verdade é que sem as devidas precauções, a educação pode formar pessoas simplesmente para ser vândalos mais eficazes da Terra”. David Orr

Leia mais!

Outro link sobre o assunto:

Educação para o Desenvolvimento Sustentável