Roda Criativa na Obra do Berço #LiteraturaInfantil #RodaCriativa #oficina #RJ #fotos

 

Roda Criativa da Francisca com os alunos das duas turmas do Maternal da Obra do Berço. A instituição de assistência social, sem fins lucrativos, atende crianças na faixa etária de 6 meses a 6 anos, cujas famílias estejam em situação de vulnerabilidade social. O corpo docente faz um trabalho maravilhoso e a diretora Sinai é uma apaixonada pela causa. A Obra do Berço sempre precisa de novas doações/captações de recursos para manter o excelente trabalho que é desenvolvido por lá. Conheça mais fazendo uma visita ao site da instituição: www.aobradobercorj.org.br.

Instagram da ChicaColorida: ww.instagram.com/chicacolorida

Instagram da Obra do Berço RJ: ww.instagram.com/obradobercorj

Fotos de Paulo Renato Colombiano

Feira Multicultural Santa Mix #ProgramaçãoInfantil #evento #oficina #RJ #fotos

A Feira Multicultural Santa Mix, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa, pintou de última hora e, mesmo no improviso, deu tudo certo! Adoramos participar! Que venham outras!

 

Confira nossa página no Facebook clicando AQUI!

Venha colorir nos dias 12 e 13/12 no #evento #Ipiranga70 #diversão #grátis #Rio #FoodTruck #música #arte #gastronomia #ProgramaçãoInfantil

Nos dias 12 e 13 de dezembro, o Instituto Sociedade Amante da Instrução (ISAI), instituição sem fins lucrativos que atende 160 crianças carentes de 5 a 11 anos vai realizar, no bairro de Laranjeiras, um evento beneficente para os festejos de Natal. O ‘Ipiranga, 70‘ busca arrecadar recursos para obras e melhorias dos espaços das crianças.

O evento contará com gastronomia, música, arte e atividades infantis. O Mundo Colorido de Francisca não poderia ficar de fora. Vamos estar lá brincando muito! Além da festa ao ar livre, o evento promoverá, ainda, visitas guiadas pelo prédio de arquitetura colonial, para matar a curiosidade de quem nunca passou pelos portões da casa.

Chica_ISAI

O Instituto Sociedade Amante da Instrução é localizado na Rua Ipiranga 70.

FoodTrucks e Bikes confirmados:

TapiRoad
Burgertopia
Oinc Point
Upgrade
Beer 21
Empório de Minas
Los Mendozitos
Paleta Carioca
Brasileiríssimo Gourmet
Original
Le Petit Paris
La Furgoneta
Don ConeOne (Bike)
A Peregrina
Suco Que Beleza

Expositores confirmados:

Eu Vi Primeiro
Regina Costa – Joalheria Autoral
Livia Costa Joias
Knoty Knots
O Pão
Laboratório Di Pasta

Para ouvir  no sábado – 12/12:
Dj Ricardo Carvalho
15h – Lars Hokerberg e banda
17h – Thiago Martins e Dudu Azevedo
18h – The Peixes
19h – Forró de Rabeca

E no domingo – 13/12:
Dj André Pinguim
15h – Último Copo
16h – Devir
17h – Cardosão
18h30 – Don Pablito
20h – Makinando

– Para as crianças
Brinquedos | Oficina de colorir: ‘O mundo colorido de Francisca’, com Carol Graciosa – 12 e 13/12, às 15h

– Para matar a curiosidade
Visita guiada pelo casarão

– Espaço pic-nic!

Serviço:

12 e 13 de dezembro
12h às 21h
Rua Ipiranga, 70 – Laranjeiras

 

O Mundo Colorido de Francisca participará da #Fliva – Feira Literária de Valença no feriado do Dia das Crianças #livro #LiteraturaInfantil

Estaremos, mais uma vez, na Fliva, com oficina no dia 9 de outubro, para comemorarmos o Dia das Crianças com muita alegria! Veja a programação completa no site do evento: www.fliva.com.br. Até lá!

Fliva_09

O mundo colorido com o Mar de Palavras em Portugal #LiteraturaInfantil #leitura #livro

O mundo colorido de Francisca já está passeando em Portugal com a Penélope Martins e o Mar de Palavras. Obrigada pelas palavras, Penélope, porque é isso mesmo:

“a história segue rumo, somos lusófonos em diversas partes do globo e todos desejam a mesma coisa, saber ser feliz.”

Que o mês de dezembro venha com muitas mudanças positivas antecipando a chegada de mais uma virada. 2014, venha manso e alegre!!

Conheça o Mar de Palavras clicando AQUI.

MarPalavras

O mundo colorido de Francisca navega no Mar de Palavras

Dias 28 e 29 de novembro, o barquinho do Mar de Palavras chega ao Museu da Guarda, em Portugal, cheio de livros de autoras e autores brasileiros, e O mundo colorido de Francisca está viajando com eles. O MAR DE PALAVRAS pretende valorizar a língua portuguesa através da expressão artística literária. Boa viagem e que muito bons ventos soprem!!

Conheça o Mar de Palavras clicando AQUI.
MarDePalavras

Mercado de #LiteraturaInfantil: setor é marcado por problemas de distribuição e compras governamentais

Mercado de literatura infantil em pauta

PublishNews – 10/10/2013 – Iona Teixeira Stevens

Setor é marcado por problemas de distribuição e compras governamentais

O Pavilhão 3 da Feira de Frankfurt é o mais colorido e um dos mais agitados, afinal, é onde se concentram as editoras de livros infantis. E foi ali que aconteceu hoje de manhã uma apresentação sobre o mercado editorial da literatura infantil brasileira, que reuniu Breno Lerner, da Melhoramentos, Mariana Warth, da Editora Pallas, e Renata Borges, da Peirópolis, que falaram sobre as características do gênero no Brasil. E elas podem grosso modo ser resumidas a duas: problemas de distribuição e compras governamentais.
“O Brasil tem cerca de 1.000 livrarias, num país com uma população de 200 milhões,” abriu Lerner. “A distribuição dos livros é, portanto, muito difícil, e acabamos dependendo muito das compras governamentais e das vendas diretas para escolas”. Mas, lembrou Lerner, o mercado é enorme, “dos 35 mil novos títulos lançados todos os anos, 24% são infantis”. Além disso, o futuro depende e passa pela educação (e a educação pelos livros infantis), então a expectativa é sempre de expansão.
Mariana Warth, da pequena carioca Pallas, reforçou a importância das compras governamentais. “A nossa editora teve 4 títulos que entraram nos programas de compras governamentais. Cada um teve 100 mil cópias vendidas. Para uma pequena editora como a nossa, determina muita coisa. É um número que talvez eu não chegue no ano inteiro”.
A plateia parecia não conseguir captar o tamanho do papel do governo brasileiro no mercado editorial. “Mas, quem são essas pessoas? Quem decide o que o governo vai comprar?”, perguntou uma italiana.
“Ninguém sabe, eles são invisíveis”, brincou Renata Borges. “Nós sabemos que são de universidades, às vezes mandamos um monte de livros para quem achamos que talvez seja responsável, para eles avaliarem. Em certo sentido, é um mercado selvagem”.
O governo tem ajudado indiretamente também. A Pallas e a Peirópolis publicam, respectivamente, livros com temas da cultura africana e de autores indígenas. Portanto a lei que obriga o ensino da história e cultura africana e indígena beneficiam ambas as editoras independentes.
Mas, em relação às poucas livrarias e dificuldades de distribuição, não há uma solução de curto prazo viável. “Por que não sugerem que o governo ajude a construir livrarias em lugares isolados, para ajudar a fomentar o mercado naquela região?”, perguntou uma senhora, que no Brasil seria provavelmente considerada ingênua. “Não atingimos nem o patamar de ter uma biblioteca em cada cidade no Brasil, e enquanto isso não acontecer não há como nem falar sobre livrarias”, respondeu Lerner. Como se sabe, há uma lei que visa atingir esse patamar, a uma taxa de 52 bibliotecas por dia.