O Pequeno Príncipe Preto, por Joyce Lima

A peça ‘O Pequeno Príncipe Preto’, aos meus 31 anos de idade, é uma das apresentações mais lindas e marcantes para mim. Alguns espetáculos (cênicos e de danças) estão no meu coração. Mas, ah… O Pequeno Príncipe, que é preto, não dá para esquecer.

Muitas crianças, coloridas, aguardavam ansiosamente pela apresentação, muitos pretinhos como eu também. Quando a peça inicia, para o meu espanto (hahaha), o Pequeno Príncipe era claro (mais ou menos da minha cor) – e eu pensei: cadê o príncipe negão? Mas, mal sabia eu que esse meu pré julgamento ia ralo abaixo.

O Pequeno Príncipe Preto usa o famoso cachecol vermelho, mas, também usa equeté (chapéu usado por africanos, por ogans e pais de santo do Candomblé). E, para a minha surpresa, quando ele tira o seu chapéu, não é que o Pequeno Príncipe Preto tem cabelo crespo e dread? O Pequeno Príncipe é preto.

Prevendo que assim como eu, outros se surpreenderiam com o seu tom de pele, o Pequeno Príncipe Preto teve a sensibilidade e singeleza de nos mostrar o óbvio: “Eu sou mais claro que você e mais escuro que você, mas eu sou preto. Existe o verde claro e o verde escuro, mas ainda sim ambos não deixam de ser verde.” Dessa forma, o personagem explicava para as crianças (e para mim) o que é colorismo!

Ele também fala sobre o seu sorriso farto – que a todo o momento na peça só passava energia boa, sobre seus lábios carnudos, como adora o seu nariz de batata e ele ama batatas (nessa hora as crianças riem e eu também), sobre os seus olhos castanhos e sobre o seu cabelo crespo. “O céu é o limite para nós.”

É difícil selecionar pontos altos, a peça é toda cheia de pontos altos, porém, logo eu que não sou manteiga derretida, segurei as lágrimas quando o Pequeno Príncipe Preto nos fala sobre a ancestralidade. No seu planeta, antes dele, vieram seus pais, avós e os ancestrais de seus avós. Ele nos mostra quem eram os ancestrais, na imagem projetada estão: Cartola, Abdias do Nascimento, Pixinguinha, Dandara, Dona Ivone Lara, Clementina, Marielle, Mateusa e tantos outros pretos que construíram a nossa história.

No ‘Pequeno Príncipe Preto’ não há a flor, mas há uma enorme Baobá, a árvore da ancestralidade africana. Enquanto que na obra de Saint-Exupéry, a Baobá era inimiga e queria dominar o mundo do Pequeno Príncipe, na versão de Rodrigo França, a Baobá é grande amiga, que precisa ser regada com água. Nem muito, nem pouca. Mas, o suficiente para se manter forte.

A peça é embalada por canções executadas em violoncelo, violão e atabaque, tocadas por musicistas pretos, com seus trajes afros lindos – a direção musical é de um rapaz de DEZENOVE ANOS, o João Vinícius Barbosa. A interpretação lindíssima fica por conta do ator Junior Dantas. ‘O Pequeno Príncipe Preto’ é uma peça para crianças e para adultos. De forma lúdica é frisada a importância da aceitação, do amor, da representatividade e da nossa cultura preta.

Vi uma cultura africana ser inserida de forma natural, nem de perto se assemelha com os demônios que querem nos impor. Atabaques foram entoados. Deuses e deusas africanas foram mencionados, assim como frases em yorubá. No final das contas vi um monte de pretos e pretas, de minha idade, chorando, pela forma singela como a peça nos representa. Nós que temos o coração tão machucado pelo racismo.

É uma benção e de lavar a alma. Isso é também lutar contra o racismo, plantando as sementes Ubuntu por aí, como o Rodrigo tem feito em seus trabalhos. Eu é quem devo dizer Modupé ao Pequeno Príncipe Preto.

Joyce Lima

príncipepreto

www.facebook.com/opequenoprincipepreto

Roda Criativa na Obra do Berço #LiteraturaInfantil #RodaCriativa #oficina #RJ #fotos

 

Roda Criativa da Francisca com os alunos das duas turmas do Maternal da Obra do Berço. A instituição de assistência social, sem fins lucrativos, atende crianças na faixa etária de 6 meses a 6 anos, cujas famílias estejam em situação de vulnerabilidade social. O corpo docente faz um trabalho maravilhoso e a diretora Sinai é uma apaixonada pela causa. A Obra do Berço sempre precisa de novas doações/captações de recursos para manter o excelente trabalho que é desenvolvido por lá. Conheça mais fazendo uma visita ao site da instituição: www.aobradobercorj.org.br.

Instagram da ChicaColorida: ww.instagram.com/chicacolorida

Instagram da Obra do Berço RJ: ww.instagram.com/obradobercorj

Fotos de Paulo Renato Colombiano

Feira Multicultural Santa Mix #ProgramaçãoInfantil #evento #oficina #RJ #fotos

A Feira Multicultural Santa Mix, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa, pintou de última hora e, mesmo no improviso, deu tudo certo! Adoramos participar! Que venham outras!

 

Confira nossa página no Facebook clicando AQUI!

#Fotos da oficina d’O mundo colorido de Francisca! #evento #Ipiranga70 #diversão #Rio #ProgramaçãoInfantil

O evento foi muito legal. É muito gratificante termos a presença de crianças interessadas e conversadeiras, que desejam um mundo de mais amor e respeito! O ‘Ipiranga, 70‘ foi um sucesso!

Venha colorir nos dias 12 e 13/12 no #evento #Ipiranga70 #diversão #grátis #Rio #FoodTruck #música #arte #gastronomia #ProgramaçãoInfantil

Nos dias 12 e 13 de dezembro, o Instituto Sociedade Amante da Instrução (ISAI), instituição sem fins lucrativos que atende 160 crianças carentes de 5 a 11 anos vai realizar, no bairro de Laranjeiras, um evento beneficente para os festejos de Natal. O ‘Ipiranga, 70‘ busca arrecadar recursos para obras e melhorias dos espaços das crianças.

O evento contará com gastronomia, música, arte e atividades infantis. O Mundo Colorido de Francisca não poderia ficar de fora. Vamos estar lá brincando muito! Além da festa ao ar livre, o evento promoverá, ainda, visitas guiadas pelo prédio de arquitetura colonial, para matar a curiosidade de quem nunca passou pelos portões da casa.

Chica_ISAI

O Instituto Sociedade Amante da Instrução é localizado na Rua Ipiranga 70.

FoodTrucks e Bikes confirmados:

TapiRoad
Burgertopia
Oinc Point
Upgrade
Beer 21
Empório de Minas
Los Mendozitos
Paleta Carioca
Brasileiríssimo Gourmet
Original
Le Petit Paris
La Furgoneta
Don ConeOne (Bike)
A Peregrina
Suco Que Beleza

Expositores confirmados:

Eu Vi Primeiro
Regina Costa – Joalheria Autoral
Livia Costa Joias
Knoty Knots
O Pão
Laboratório Di Pasta

Para ouvir  no sábado – 12/12:
Dj Ricardo Carvalho
15h – Lars Hokerberg e banda
17h – Thiago Martins e Dudu Azevedo
18h – The Peixes
19h – Forró de Rabeca

E no domingo – 13/12:
Dj André Pinguim
15h – Último Copo
16h – Devir
17h – Cardosão
18h30 – Don Pablito
20h – Makinando

– Para as crianças
Brinquedos | Oficina de colorir: ‘O mundo colorido de Francisca’, com Carol Graciosa – 12 e 13/12, às 15h

– Para matar a curiosidade
Visita guiada pelo casarão

– Espaço pic-nic!

Serviço:

12 e 13 de dezembro
12h às 21h
Rua Ipiranga, 70 – Laranjeiras

 

3a #FLIVA #FeiraLiterária #literatura #livro #Valença #SulFluminense #foto #evento #ProgramaçãoInfantil

O Mundo Colorido de Francisca participará da #Fliva – Feira Literária de Valença no feriado do Dia das Crianças #livro #LiteraturaInfantil

Estaremos, mais uma vez, na Fliva, com oficina no dia 9 de outubro, para comemorarmos o Dia das Crianças com muita alegria! Veja a programação completa no site do evento: www.fliva.com.br. Até lá!

Fliva_09