Crianças que desafiam as normas de #gênero: Adele leva o filho para a Disney vestido de princesa #diversidade

A cantora Adele leva à Disney o seu filho, Angelo, que vai vestido de princesa Anna, personagem do desenho animado Frozen, com sapatilha e tudo.

Em nosso livro ‘Meu dia de princesa‘, Deco vai brincar com a Francisca e também quer ser uma princesa. Com a atitude, Adele mostra que apoia a individualidade do pequeno!

Parabéns, Adele!

Deco & Adele.jpg

Leia outros posts sobre diversidade, inclusão, aceitação e valorização em nosso blog:

E as crianças nos ensinam sobre #aceitação, #diversidade e #inclusão. #educação #LiteraturaInfantil #livro #literatura

#LivrosInfantis sobre #meninos que se vestem como #meninas #livro #literatura #crianças #infantil #bullying

 

 

 

 

O #amor não tem rótulos – #diversidade #inclusão

Hoje vimos nas redes sociais um vídeo maravilhoso que representa bem que o amor deve ser praticado em sua forma mais pura, sem rótulos. O amor não tem gênero. O amor não tem raça. O amor não tem deficiência. O amor não tem idade. O amor não tem religião. O amor não tem fronteiras.

Usando uma tela de raio-x foi mostrado em praça pública casais de esqueletos apaixonados. ❤ ❤ A identidade por trás dos esqueletos foi a grande emoção! Assista e se emocione:

Se você tem esperança em mundo de mais amor e respeito à diversidade e à Natureza, compartilhe seus sentimentos por aí. Converse com as pessoas, tenha paciência para expor suas ideias. O desconhecimento leva ao preconceito, violência, sofrimento e espanto diante da diversidade social, cultural, sexual e étnico-racial. Vamos abordar temas contemporâneos com uma visão otimista e contribuir para uma educação inclusiva e com afeto.

#LivrosInfantis sobre #meninos que se vestem como #meninas #livro #literatura #crianças #infantil #bullying @brainpicker

Desde que resolvi escrever para crianças e fiquei com vontade de ter um personagem masculino que não vê problemas em se vestir com roupas femininas, retratado no livro Meu dia de princesaque meus sentidos ficaram atentos tanto para o comportamento, quanto para a literatura mundial voltada pro assunto. É confortante saber que existem escritores por aí tratando da questão de forma direta, sem rodeios, defendendo a diversidade e o amor acima de tudo.

O website BrainPickings, da escritora e curiosa Maria Popova, é uma fonte maravilhosa de informações para um mundo de mais respeito e solidariedade. É um de meus sites prediletos. Vira e mexe ela mostra livros que questionam os mais diversos estereótipos de comportamento. Que combatem padrões femininos pré-concebidos, por exemplo, tanto no que se refere à costumes, quanto à vocações profissionais.

Um exemplo é o livro sobre a pequena Rosie, que sonha em se tornar uma competente engenheira e aprende a abraçar o fracasso como parte vital de sua trajetória. O fracasso é parte importante de nossas vidas, sendo a criatividade um de seus resultados. Ou seja: “Você tem que estar disposto a fracassar… se você tem medo de fracassar, não irá muito longe”, reforçou Steve Jobs em uma de suas célebres frases.

“You gotta be willing to fail… if you’re afraid of failing, you won’t get very far,” Steve Jobs

Um livro no qual esbarrei recentemente num Tweet da Maria [@brainpicker] é o ‘Morris Micklewhite and the Tangerine Dress‘ que na minha tradução livre se chamaria ‘Morris Micklewhite e o vestido cor de tangerina’.

morrismicklewhite

É um livro sobre o que acontece com os meninos que não se identificam com as regras sociais impostas acerca de como eles devem tratar sua própria identidade e não entendem porque eles não estão autorizados a desfrutar do que as meninas gostam. Morris quer usar vestidos. E quer ser um astronauta. As crianças zombam dele, pois astronautas não vestem vestidos… E por que não?!?!

Recentemente a mídia internacional divulgou que o casal hollywoodiano Brad Pitt e Angelina Jolie respeitaram o pedido da filha Shiloh de se vestir como menino e passar a ser chamada de John. A família da criança de oito anos de idade apoia plenamente a sua individualidade. Shiloh agora é John, usa roupas masculinas e é chamada pelo nome que se sente à vontade.

Mas, na maioria das vezes, o suporte que a família dá – quando dá – não reflete o comportamento da sociedade. Numa das passagens do livro a autora, Christine Baldacchino, retrata o que acontece com frequencia:

morrisvestido

‘Às vezes os meninos zombam de Morris. Às vezes as meninas zombam, também.
Morris finge que não está escutando,
enquanto caminha sozinho.
Zunzum, Zunzunzum…
Assobiando ou cantando, ele vai andando.
Morris finge que não ouve o que está ouvindo.’ [Tradução livre.]

O vídeo abaixo, infelizmente somente em inglês, faz uma sinopse sobre o querido Morris e seu vestido colorido 🙂

Nós te amamos Morris, O Astronauta de Vestido Tangerina!!! ❤

.:. Carolina Graciosa, autora d’O mundo colorido de Francisca .:.

Feliz Natal!! #natal #festas #diversidade #inclusão #amor #natureza

Natal é época de olhar para frente, aprender com os deslizes, dizer EU TE AMO, ter esperança num mundo de mais amor e respeito com a diversidade e a Natureza!

O mundo colorido de Francisca deseja um Feliz Natal e muitas gostosuras para tod@s!!

Amigos e amigas, alegria!!

ChicaFcbk

Dia das mulheres que amam: dia das mães #DiaDasMães #mulher #amor

Mãe é quem cria e cuida da criatura:  Feliz Dia das Mães neste final de semana que é para todas as mulheres que amam e, em especial, para a Mariana Leme e a Carol Graciosa.

Nosso mundo é independente e precisa da sua atenção para mostrarmos que somente queremos um mundo de mais #amor!!

\o/

foto (2)

 

 

O Dia Internacional do Livro Infantil é celebrado anualmente no dia 2 de abril #livro #leitura #LiteraturaInfantil

foto

Esta data é celebrada por iniciativa do Conselho Internacional de Literatura para os Jovens (IBBY), que no Brasil é representado pela  Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ.

O IBBY criou o Dia Internacional do Livro Infantil em 1967, para homenagear o escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, autor de algumas das histórias para crianças mais lidas em todo o mundo, e cujo aniversário do nascimento é no 2 de Abril.

Nosso Mundo Colorido no site da revista Pais & Filhos

Marca de moda infantil faz evento em prol de crianças com lábio leporino e fenda palatina

O evento será gratuito e terá parte da renda revertida em prol da Operação Sorriso, organização que realiza cirurgias gratuitas em crianças portadoras
Por Redação Pais & Filhos
20.06.2013

No domingo, 23 de junho, a marca de moda infantil Mini Humanos realiza a primeira edição da Feira “Sonhos começam com um sorriso”. O evento – que será gratuito – acontecerá no Clube Campestre da Guanabara, no Leblon, Rio de Janeiro, das 10h às 18h, e reunirá expositores de roupas feminina, masculina e infantil, brinquedos e alimentos. Parte da renda arrecadada nos estandes será revertida para Operação Sorriso (OS) – organização que desde 1997 realiza cirurgias gratuitas em pacientes portadores de fissuras labiopalatina em todo o Brasil.

A oficina de colorir da série de livros infantil “O mundo colorido de Francisca” será uma das atrações da primeira edição da feira, que também terá contação de histórias em inglês de Thalya Goldfeld.  A Cegonha, especializada em ensaios fotográficos com gestantes, bebês, crianças e famílias fotografará o evento. Na ocasião, também será feito o lançamentos da nova linha de produtos da Mini Humanos e Pratikarte para Operação Sorriso. As marcas são parcerias da organização desde 2011, produzindo e comercializando produtos cuja venda é totalmente revertida a OS (excluindo-se taxas e impostos).

“Faz parte do conceito da marca Mini Humanos ajudar na construção de um mundo melhor. Então, nada mais lógico que usar as ferramentas disponíveis para propagar esse conceito. Realizar a feira  para apoiar a Operação Sorriso é ter a oportunidade de devolver sorrisos a muitas crianças e oferecer a elas o poder de se comunicar,  estudar, enfim, ter uma vida plena”, diz Ana Carolina Pinheiro, sócia da marca infantil e organizadora da feira.

A programação completa poderá ser conferida no site www.operacaosorriso.org.br. Informações pelo telefone (21) 3239-1768

 Expositores da 1ª edição da Feira “Sonhos começam com um sorriso”:

 

Moda Infantil

MiniHumanos

Rabispixa

Laranja da Terra

Loló Diseños

Moda Masculina

Organic Soul

Moda Feminina

Miguelita

Moda Unissex

Urb Pixel

Brinquedos

Daniela Santos

Ateliê Papalotes

Alimentação

Lunares Alfajor Caseiro

Atrações da 1ª edição da Feira “Sonhos começam com um sorriso”:

O mundo colorido de Francisca – oficina de colorir

Thalya Goldfeld – oficina de contação de histórias em inglês

 

Apoio:

Hefestos Design;

Cegonha – fotografia de bebês, gestantes e famílias.

Pratikarte;

Eu me chamo Antônio;

JBatista;

João Gordo;

Luv Printz

  

Serviço:

Evento: Feira “Sonhos começam com um sorriso”

Data: Domingo, 23 de junho

Horário: Das 10h às 18h

Local:  Clube Campestre da Guanabara (Rua Alberto Rangel, 71- Leblon)

Entrada: Gratuita

Informações: (21) 3239-1768

A aquisição do conhecimento é um processo capaz de ser desenvolvido

marianaleme

É preciso buscar prazer e sentido no que se almeja aprender .:. Foto de Mariana Leme

Há pessoas que não sabem fazer cálculos que envolvam porcentagem, por mais que alguém tente explicar a elas a lógica de multiplicar o número em questão pelo valor percentual e depois dividir por 100 para obter o resultado. “Não adianta, não consigo aprender”, é o que elas costumam dizer, já com a calculadora em mãos. Outras colecionam diplomas de desistência em escolas de idiomas. Frequentam algumas aulas, balbuciam algumas frases… E acabam repetindo o mesmo lamento de incapacidade, julgando que jamais vão aprender a se comunicar em uma língua que não seja a materna. E você? Também tem uma listinha particular de ‘não consigo’? É hora de rever essa sentença e encontrar os males que a alimenta.

Eu consigo, sim!

Para começar a descortinar a capacidade cognitiva que todos nós, sem exceção, temos, vale a pena conhecer a frase “Nasceu gente, é inteligente”. Ela foi cunhada pelo educador suíço Jean Piaget (1896-1980), biólogo que dedicou a vida à observação científica do processo de aquisição de conhecimento pelo ser humano. Categoricamente, ele desmonta a crença de que a inteligência trata-se de uma bênção concedida somente para alguns poucos iluminados.

“Desde o nascimento até a hora da morte, todo ser humano tem potencial para aprender algo novo”, explica Esther Pillar Grossi, doutora em Psicologia da Inteligência pela Universidade de Paris. “Porém, a inteligência é um processo a ser construído e precisa de uma série de oportunidades para acontecer.”

Então, certamente, as aulas de inglês “que não entram na cabeça” precisam de mais dedicação e interesse do aluno ou de um professor que saiba trabalhar o conteúdo de uma maneira diferente.

“Muita gente que diz não conseguir aprender, na verdade, quer alcançar o resultado queimando fases, sem esforço ou disciplina”, fala Lino de Macedo, professor do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Por isso mesmo, é importante buscar prazer e sentido no que se almeja aprender. “As oportunidades estão presentes no dia a dia e não somente na escola”, diz Esther.

Trecho retirado do sítio Educar para Crescer / FAMÍLIA .:. Texto Redação Bons Fluidos
Todos podem aprender
A inteligência não é um dom. A aquisição do conhecimento é um processo capaz de ser desenvolvido por qualquer um. Basta saber como
Publicado em 21/12/2009 16:00