Estamos na Revista Educação de dezembro, na matéria “Valorizar a oralidade” #educação

No primeiro livro da primeira coletânea, que foi feito em preto e branco e leva o mesmo nome da série – O mundo colorido de Francisca – encerramos as páginas com uma cantiga popular, intitulada “A barata diz que tem”, que brinca com a oralidade, fazendo rimas para serem entoadas em brincadeiras de roda.

capa1+

A Revista Educação ilustrou a resenha do livro ‘Oralidade e alfabetização: uma nova abordagem de alfabetização e letramento‘ do professor e pesquisador da UFF, Claudemir Belintame, com as páginas 20 e 21 de nosso livro. O professor Claudio defende que a leitura e oralidade têm de vir na frente da escrita: “São duas possibilidades tanto de ler o mundo como de ler imagens e diversas linguagens. E também de escutar o mundo, os diversos sons. A escrita se dinamiza a partir desses potenciais.”

Revista Educação:

Oralidade

————————————————————————————————————————————————————————————————————————————————

O professor vai mais além em entrevista concedida em setembro de 2011 para a mesma revista:

“Nossa educação infantil, porém, ainda é muito desorganizada. Sabe pouco sobre a infância e aproveita pouco as pesquisas sobre a infância. Por exemplo: sabemos que uma criança de 1 ano e sete ou oito meses é capaz de fazer relações intertextuais impressionantes. Uma criança estava batendo com uma colher de pau numa tigela e a mãe disse: Filha, você vai quebrar a tigela. Ela respondeu: Canta o pato, mãe! “O pato” é a música do Vinicius que fala: o pato pateta quebrou a tigela. Ela trouxe a música inteira de uma expressão, é uma relação intertextual sofisticada”, diz Claudio Belintame.

Leia entrevista completa com o professor Belintame: http://revistaeducacao.uol.com.br/textos/146/artigo234592-1.asp

Descobrindo as bonecas de pano na cultura brasileira: os bonecos de pano chegaram!! #presente #Natal #boneca #boneco #cultura

Nova_Foto_os3
 
“(…) os brinquedos são hoje entendidos como importantes instrumentos de exploração da criança com o mundo.” Trecho do artigo de Roselne Santarosa de Sousa (UFSJ)
 

Agora as crianças poderão brincar com alguns personagens dos livros d’O mundo colorido de Francisca. Sininha, Francisca e Deco ganharam suas versões em bonecos de pano de 30cm, confeccionados à mão pelo Ateliê Papalotes especialmente para você!

No artigo “DESCOBRINDO O LUGAR DA BONECA DE PANO NA CULTURA LÚDICA BRASILEIRA” a autora Roselne ressalta:

“Por sua configuração antropomórfica (1), [a boneca de pano] é um dos objetos lúdicos mais apreciados pelas crianças contribuindo para a aproximação do universo infantil e estabelecendo redes de conexão com a história da humanidade, com seus rituais, folclores, religião e com os saberes próprios da comunidade que a apropria. Acrescentamos as considerações do folclorista Câmara Cascudo (1988) acerca da boneca de pano, pois, como defende o autor, ela reflete a cultura brasileira, servindo como verdadeiro documento da expressão popular, oferecendo indicadores da condição sócio-econômica, uma vez que a define como própria do universo lúdico das crianças pobres, refletindo a indústria doméstica e tradicional do país, além de estarem presentes em todo o território nacional.”

Através dos bonecos esperamos que as crianças se identifiquem ainda mais com as histórias d’O mundo colorido de Francisca, respeitando ainda mais a diversidade e a Natureza, através do afeto.

Visite a nossa loja virtual: http://omundocoloridodefrancisca.iluria.com

Ou entre em contato: franciscacolorida@gmail.com

Carol Graciosa: (21) 99153-3443 / carolgraciosa@gmail.com

———————————————————————————————————————————————–

(I) 
(an.tro.po.mor.fis.mo) Fil.
sm.
1. Conceito ou ação de atribuir a Deus, aos deuses ou aos seres sobrenaturais sentimentos, ideias, paixões e atitudes próprias do seres humanos.
2. Conceito ou ação de atribuir aos seres irracionais e inanimados formas e comportamentos humanos.
[F.: Do fr. anthropomorphisme.]
 
Fonte: http://aulete.uol.com.br/antropomorfismo#ixzz2nBpav5QV

Visita ao Programa Estrela Dalva #fotos #Natal #BoasFestas #presente #Rio #RJ

Marco de encontrar o Paulo Renato Colombiano, fotógrafo parceiro d’O mundo colorido de Francisca, na estação de metrô da Cinelândia. Andamos em direção aos Arcos da Lapa, seguindo as instruções dadas por Maria Clara Sodré, a pedagoga superintendente do Instituto Lecca e responsável pelo Programa Estrela Dalva. O programa visa proporcionar a crianças e adolescentes superdotados de baixa renda o acesso às melhores instituições públicas do Rio de Janeiro, com foco nas escolas Colégio Militar, CAp da UERJ e Colégio Pedro II. O Estrela Dalva é vizinho da Sala Cecília Meireles e depende de patrocínio para atender as crianças. Vamos presentear os alunos com o primeiro livro da série e também doar mais 4 exemplares diferentes para a biblioteca: O baú dos sonhos, A cadeira do vovô, Pocotó, pocotó, lá vem a Rosa! e Francisca quer saber.

Mas o que seria uma criança superdotada? “É aquela que tem talento em alguma área, pensamento divergente (capacidade crítica e criativa) e dedicação obstinada para desempenhar tarefas”, explica Maria Clara. O programa foca nas crianças com talento para lógica e linguagem, o chamado talento acadêmico. Uma vez feita a triagem, que conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, as crianças passam a ter aulas extras no contraturno, além de participarem de atividades culturais e passeios. Para estimular ainda mais os selecionados, eles assistem a filmes diversos e participam da ‘Hora do Jogo’, onde dedicam 40 minutos a jogos de raciocínio e lógica.

Um dos desdobramentos do programa é a bolsa de estudos de 6 anos na Cultura Inglesa. Os alunos que passam nas provas têm o privilégio de estudar inglês para se tornarem fluentes na língua. A Cultura oferece bolsas também para os irmãos dos que passaram nos concursos. Atualmente o programa beneficia 48 crianças, sendo 24 em cada turno (manhã e tarde). Em 2014 esse número sobe para 60 alunos, pois o Instituto Azzi patrocinará mais 12 crianças.

O Programa Estrela Dalva fica na Rua Teixeira de Freitas, 111, na Lapa, e o telefone para contato é (21) 2224-5974.

Hoje vamos presentear as crianças do Programa Estrela Dalva, no #RJ #festas #Natal #presente

Hoje à tarde O mundo colorido de Francisca estará no Instituto Lecca / Programa Estrela Dalva presenteando as crianças com o primeiro livro da série. Doaremos também mais 4 exemplares diferentes para a biblioteca do programa, que é voltado para a educação de crianças superdotadas de baixa renda.

Saiba mais sobre o programa: http://goo.gl/i8VKsP

Screen Shot 2013-12-04 at 10.18.07 AM

O mundo colorido com o Mar de Palavras em Portugal #LiteraturaInfantil #leitura #livro

O mundo colorido de Francisca já está passeando em Portugal com a Penélope Martins e o Mar de Palavras. Obrigada pelas palavras, Penélope, porque é isso mesmo:

“a história segue rumo, somos lusófonos em diversas partes do globo e todos desejam a mesma coisa, saber ser feliz.”

Que o mês de dezembro venha com muitas mudanças positivas antecipando a chegada de mais uma virada. 2014, venha manso e alegre!!

Conheça o Mar de Palavras clicando AQUI.

MarPalavras